Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - quinta-feira, 26 de maio de 2022

Explosão inicial deste vulcão submarino, na Ilha de Tonga, foi a maior já registrada em qualquer lugar da Terra, em 30 anos, e alcançou 20 quilômetros de altura. Imagens - que lembram o cogumelo de uma bomba atômica - caminham para a história

Terça 18/01/22 - 8h51



O vulcão submarino perto de Tonga - que virou celebridade mundial a partir de sábado - entrou em erupção pela terceira.


É ameaça em potencial à capacidade dos voos de vigilância e observação para avaliar os danos causados por ele, principalmente no Pacífico.


O serviço meteorológico da Austrália disse que uma nova "grande erupção" ocorreu no vulcão Hunga-Tonga-Hunga-Ha’apai, mas nenhum alerta de tsunami foi emitido.

A erupção do último sábado foi a maior já registrada em qualquer lugar do planeta em mais de 30 anos, segundo especialistas.

Imagens do espaço capturaram a erupção em tempo real, quando uma enorme nuvem de cinzas, gás e vapor foi expelida a até 20 quilômetros na atmosfera.

CINZAS


Depois da explosão, os habitantes de Tonga, na Oceania, ficaram ilhados.

A área foi coberta de cinzas, as comunicações ficaram paralisadas, há registro de tsunami.

Países vizinhos, Austrália e Nova Zelândia enviaram aviões de reconhecimento, para avaliar os danos, e aeronaves para transportar suprimentos.

Quase 100 mil pessoas que vivem em Tonga podem ficar sem internet por várias semanas.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais