Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Mistério: corpo de homem da Guiné-Equatorial, localizado às margens da BR-251, foi enviado à medicina legal em M. Claros. (Imigrante Edu, de 26 anos, passou em exame no Instituto Federal, em Fortaleza)

Terça 02/08/22 - 7h35

Mistério nas proximidades da pista da BR-251, na altura de Salinas:

Próximo ao trevo de entrada da cidade, foi encontrado um corpo, depois identificado como homem de 26 anos.

A Polícia Rodoviária Federal disse que com ele foi achado passaporte da Guiné Equatorial, na África, onde o portador nasceu, na capital Malabo.

A localização do corpo foi ontem, segunda feira, mas a polícia acha que tenha sido atropelado algum tempo antes.

Tinha o pé quebrado, e ferimentos nas costas.

O corpo do cidadão africano foi enviado à Medicina Legal, em M. Claros.

***

Jornal Estado de Minas, de BH:


Corpo de estrangeiro é encontrado à beira da BR-251, em Salinas

Passaporte junto ao corpo revela que o homem, de 26 anos, é natural da Guiné-Equatorial
Luiz Ribeiro

O corpo de um estrangeiro foi encontrado nessa segunda-feira (01/08) à beira da BR-251, em Salinas, no Norte de Minas. De acordo com informações da Polícia Militar, junto ao corpo foi encontrado o passaporte da vítima, identificada como Crispin Edu Ndong Angue, de 26 anos, natural de Malabo, capital da Guiné-Equatorial (África).

No documento de identificação, consta que o africano conseguiu visto de entrada no Brasil em janeiro de 2020.

Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o corpo do estrangeiro foi encontrado às margens da BR-251, no sentido Salinas/Francisco Sá. O local fica a três quilômetros do trevo da entrada de Salinas.

O corpo foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Montes Claros, onde a necropsia constatou que a causa da morte foi politraumatismo. A Policia Civil investiga se o estrangeiro foi atropelado, sendo que ele estava com o pé quebrado e apresentava ferimentos nas costas.

A reportagem do Estado de Minas levantou informações de que o homem da Guiné-Equatorial teria sido aprovado em exame de proficiência linguística portuguesa no Instituto Federal Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, em Fortaleza.

Na tarde desta terça-feira (02/08), a Polícia Civil de Minas Gerais informou que foi instaurado uma investigação pela Delegacia de Policia de Salinas para apurar as circunstâncias da morte do africano. A Polícia Civil informou tambem que a Embaixada da Guiné-Equatorial já localizou os parentes do imigrante no país africano e está ajudando a família.

Até o momento, o corpo de Crispin permanece no IML de Montes Claros.

***

A embaixada da Guiné-Equatorial, em Brasília, informou que o rapaz veio estudar no Brasil.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais